O beta hCG é um exame de sangue que identifica a presença de gonadotrofina coriônica no organismo.

Beta hCG quantitativo: saiba tudo sobre esse exame

 10 de maio de 2024

O beta hCG quantitativo é um exame importante para avaliar a saúde da mulher, especialmente quando há suspeita de gravidez. Ele detecta a presença e quantifica a concentração do hormônio gonadotrofina coriônica humana (hCG) no sangue.

Essas informações não apenas confirmam a gravidez, mas também auxiliam no monitoramento da sua evolução, fornecendo dados valiosos para cuidados médicos adequados.

É essencial destacar que, embora o beta hCG quantitativo seja uma ferramenta valiosa, sua interpretação deve ser realizada por um profissional de saúde qualificado. Este profissional considerará o contexto clínico específico da paciente, juntamente com outros exames complementares, se necessário. Somente dessa forma é possível obter uma avaliação precisa e tomar as decisões adequadas em relação à saúde da mulher.

Para esclarecer dúvidas sobre esse tipo de exame, trouxemos alguns aspectos importantes a serem considerados. Acompanhe!

O que é beta hCG?

O beta hCG é um exame de sangue que identifica a presença de gonadotrofina coriônica no organismo. Esse hormônio é produzido durante a gestação ou quando possui alguma alteração hormonal grave, que esteja sendo causada por alguma doença.

Os testes de gravidez de farmácia funcionam detectando a presença do hormônio hCG na urina. No entanto, eles são menos sensíveis do que os testes de sangue, especialmente nos estágios iniciais da gravidez.

Isso significa que, se a concentração de hCG na urina não for alta o suficiente, o teste de farmácia pode dar um falso negativo, indicando que a mulher não está grávida quando na verdade está. Por isso, em caso de resultados inconclusivos ou dúvidas, é sempre recomendável confirmar com um exame de sangue feito em um laboratório.

Qual a diferença entre beta hCG quantitativo e qualitativo?

O beta hCG quantitativo mede a quantidade específica de hormônio gonadotrofina coriônica humana (hCG) presente no sangue.. Esse tipo de exame fornece um valor numérico que pode ajudar a determinar o estágio da gravidez e monitorar sua progressão ao longo do tempo.

Por outro lado, o beta hCG qualitativo apenas indica se há presença ou ausência do hormônio no sangue, sem fornecer uma medida específica da quantidade.

Se os níveis de beta hCG não aumentarem conforme o esperado, isso pode indicar problemas potenciais, como uma gestação inviável (por exemplo, gravidez ectópica ou aborto espontâneo) ou uma gravidez de localização desconhecida. Nesses casos, é crucial que a situação seja monitorada de perto pelo seu médico  para determinar a causa subjacente e planejar o tratamento apropriado, se necessário.

Assim, o beta hCG quantitativo é geralmente mais recomendado, especialmente em situações em que uma avaliação mais precisa dos níveis hormonais é necessária. Ele oferece uma medida quantitativa da concentração de hCG no sangue, permitindo não apenas a detecção da gravidez, mas também a monitoração da sua evolução nas primeiras semanas.

Quando fazer o exame beta hCG quantitativo?

O período ideal para realizar o exame beta hCG quantitativo é aproximadamente 10 dias após a fecundação ou no primeiro dia de atraso da menstruação. Antes desse período, o nível de hCG no sangue pode não estar alto o suficiente para ser detectado com precisão, o que pode resultar em resultados falso negativos.

O exame de beta hCG é fundamental para confirmar a gravidez, mas não fornece informações sobre o sexo do bebê. Para descobrir se é menino ou menina, precisa  realizar a sexagem fetal.

Como é feito o exame de beta hCG?

O exame de beta hCG é realizado por meio da coleta de uma amostra de sangue, em um laboratório de análises clínicas. Essa abordagem permite uma medição precisa da concentração do hormônio hCG no sangue, fornecendo informações importantes sobre a gravidez, como sua confirmação e a estimativa do tempo de gestação.

Não é necessário fazer jejum para a coleta do sangue nem preparação específica. Além disso, é um exame totalmente seguro para a mãe e o bebê.

O beta hCG pode dar falso positivo?

Os laboratórios de análises clínicas seguem rigorosos protocolos de qualidade para garantir a precisão dos resultados dos exames, incluindo o beta hCG. No entanto, como em qualquer teste, existem situações em que os resultados podem ser influenciados por fatores externos, como o uso de certos medicamentos que contenham hormônios semelhantes ao hCG.

Nessas situações específicas, é importante informar o médico responsável pelo exame para uma avaliação adequada dos resultados.

Em um outra situação, o exame de beta hCG pode apresentar um resultado positivo, indicando a presença do hormônio no organismo. No entanto, conforme a gestação não avança ou é interrompida, os níveis de beta hCG começam a diminuir e o resultado do exame se torna negativo

Por sua vez, fazer o teste muito cedo, antes do atraso menstrual, pode resultar em um falso negativo, especialmente nos testes de farmácia.

O beta hCG quantitativo é mais preciso porque não apenas detecta a presença do hormônio, mas também quantifica a sua concentração no sangue. Isso possibilita acompanhar a evolução da gravidez nas primeiras semanas e obter uma estimativa mais precisa do tempo de gestação.

Dessa forma, realizar o exame de beta hCG quantitativo é um passo importante para confirmar a gravidez. Com os resultados em mãos, você estará preparado para sua primeira consulta com o obstetra, onde poderá iniciar o pré-natal e receber todas as orientações necessárias para uma gestação saudável.

Agora, falta só conhecer um laboratório confiável. Acesse o site do Sancet e realize a coleta do beta hCG.

Em resumo

Qual a diferença entre beta  hCG quantitativo e qualitativo?

O quantitativo fornece a quantidade específica de hCG no sangue, enquanto o qualitativo apenas indica se o hormônio está presente ou não.

O que é beta hCG?

O hCG é um hormônio produzido principalmente durante a gravidez e pode ser detectado em testes de gravidez. No entanto, pequenas quantidades desse hormônio também podem estar presentes em homens e mulheres que não estão grávidas, especialmente em casos de doenças ou condições que afetam o sistema reprodutivo ou hormonal.


Posts Relacionados


Exames de rotina: quais devem estar no seu check-up médico?

Os exames de rotina servem para avaliar a saúde de uma pessoa de forma geral. Saiba mais sobre o check-up médico! [...]

Ver mais >>

Exame de glicemia: tire suas dúvidas aqui

O exame de glicemia é um grande aliado da medicina. Por meio dele, é possível verificar o nível de açúcar no sangue e descobrir se você tem diabetes, hip [...]

Ver mais >>

Check-up no início do ano: 4 exames de rotina importantes

Fazer um check-up médico no início do ano possibilita a definição de metas de saúde e a realização de ajustes no estilo de vida ao longo do ano. [...]

Ver mais >>

Afinal, para que serve o exame de fezes?

O exame de fezes é uma análise laboratorial essencial para identificar problemas no sistema digestivo e prevenir doenças. [...]

Ver mais >>